Normal view MARC view ISBD view

A coisa perdida / Shaun Tan ; trad. Gabriela Rocha Alves

Main Author Tan, Shaun, 1974- Secondary Author Alves, Gabriela Rocha Language Português. Country Portugal. Publication Matosinhos : Kalandraka, 2012 Description [32] p. : muito il Series Livros para sonhar ISBN 978-989-8205-86-5 Summary: "Então, querem ouvir uma história? Bem, eu dantes sabia algumas muito interessantes. Umas eram tão divertidas que vos fariam rir a bandeiras despregadas, outras tão terríveis que não iriam querer repeti-las a ninguém. Mas não me lembro de nenhuma dessas. Por isso só vos vou contar uma, a daquela vez em que encontrei a coisa perdida…" Um dia, um rapaz, enquanto passeia pela praia à beira-mar, em busca de caricas para a sua coleção, vê pela primeira vez a coisa. Parece-lhe estar perdida e tenta descobrir a quem pertence, mas a situação é recebida com indiferença pelos outros - estranhos, amigos e familiares. Ninguém se mostra disposto a ajudar e todos se recusam a prestar atenção a essa interrupção inesperada às suas rotinas. Apesar da simpatia que a coisa lhe desperta, o rapaz lamenta a desventura da criatura e faz os possíveis por encontrar o lugar à qual ela pertence. Topical name Literatura estrangeira - estórias para ler e contar
Literatura estrangeira
Estórias para ler e contar
Infantil
CDU 821-3
Tags from this library: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
    average rating: 0.0 (0 votes)
Holdings
Item type Current location Call number Status Date due Barcode
Monografia EB Areosa Nº1
FI LE(LC) TAN-S. coi Available 226002125
Monografia EB1 Outeiro
FI LE(LC) TAN-S. coi Available 104002510

"Então, querem ouvir uma história?
Bem, eu dantes sabia algumas muito interessantes. Umas eram tão divertidas que vos fariam rir a bandeiras despregadas, outras tão terríveis que não iriam querer repeti-las a ninguém.
Mas não me lembro de nenhuma dessas.
Por isso só vos vou contar uma, a daquela vez em que encontrei a coisa perdida…"

Um dia, um rapaz, enquanto passeia pela praia à beira-mar, em busca de caricas para a sua coleção, vê pela primeira vez a coisa. Parece-lhe estar perdida e tenta descobrir a quem pertence, mas a situação é recebida com indiferença pelos outros - estranhos, amigos e familiares. Ninguém se mostra disposto a ajudar e todos se recusam a prestar atenção a essa interrupção inesperada às suas rotinas. Apesar da simpatia que a coisa lhe desperta, o rapaz lamenta a desventura da criatura e faz os possíveis por encontrar o lugar à qual ela pertence.

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer